AS RELAÇÕES DE PODER NAS POLÍTICAS SOCIAIS CONTEMPORÂNEAS

  • Edvaldo Sant'Ana Lourenço
Palavras-chave: Educação

Resumo

O presente artigo é resultado de estudos desenvolvidos em nível de mestrado, em que se analisaram as relações biopolíticas de poder estabelecidas entre as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e o Estado. A metodologia de pesquisa foi o estudo documental, e os resultados sobre a análise dos documentos estudados demonstram que: a) a partir da investigação, entende-se que determinadas OSCs reguladas pelo Estado se tornam gerencialistas da realidade social; b) algumas OSCs entram em paradoxo e terminam por reproduzir o que combatem; c) as OSCs cumprem papel importante na consolidação da democracia e melhoria das condições de vida da população. Nesse aspecto, as OSCs corroboram para a construção de uma civilização mais justa socialmente.

Palavras-chave: Educação. Biopolítica. Empoderamento.

Edvaldo Sant’Ana Lourenço(*)

Abstract

This article is the result of studies developed at the master level, which analyzed the biopolitical relations of power established between Civil Society Organizations (CSOs) and the State. The research methodology was the documentary study, and the results on the analysis of the documents studied demonstrate that: a) from the investigation, it is understood that certain CSOs regulated by the State become managers of the social reality; b) some CSOs enter into a paradox and end up reproducing what they are fighting; c) CSOs play an important role in consolidating democracy and improving the living conditions of the population. In this regard, CSOs corroborate the construction of a more socially just civilization.

Keywords: Education. Biopolitics. Empowerment.

Publicado
2019-02-03
Seção
Artigos