POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (EA) E GESTÃO DO MEIO AMBIENTE NO BRASIL

  • Marcos Sorrentino
  • Ana Clara Nery da Silva
Palavras-chave: Educação ambiental. Políticas públicas. Espiritualidade laica. Potência de ação. Cultura da Terra, terra e território.

Resumo

O presente artigo traz contribuições para pensarmos os caminhos que a educação ambiental (EA) e suas políticas públicas (PP) devem seguir no momento presente, incluindo a valorização da espiritualidade laica e da potência de ação na construção da felicidade. Considera que a efetividade de PP comprometidas com o ideário ambientalista requer saber a urgência do momento histórico e definir a direção da caminhada, sugerindo-se a promoção de “uma nova cultura da Terra, terra e território” e que detenham a degradação e construam mudanças para a sustentabilidade socioambiental, pautadas no cotidiano das pessoas, entre elas e com o ambiente.

Biografia do Autor

Marcos Sorrentino

Professor sênior e coordenador da Oca - Laboratório Oca de Educação e Política Ambiental vinculado ao Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP.

Ana Clara Nery da Silva

Doutoranda em Ecologia Aplicada pela ESALQ/USP, professora da educação básica e integrante do Laboratório Ocade Educação e Política Ambientalvinculado ao Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP.

Publicado
2019-08-29
Seção
O SAGRADO E O MEIO AMBIENTE: zonas rural e urbana, reservas naturais e oceanos